Como você entrega os seus serviços advocatícios?

Boa parte dos alunos que saem dos cursos de Direito para o mercado de trabalho acaba escolhendo a sua área de atuação de acordo com a disciplina ou área do mercado que mais se identifica. Para cada área de atuação escolhida há um perfil de cliente diferente e por essa razão é importante conhecê-lo para só então saber como entregará a este cliente os seus serviços.

Com o uso de algumas metodologias e ferramentas existentes é possível criar um plano de ação para o escritório. Canvas e análise SWOT são algumas dessas metodologias e ferramentas. Elas e outras podem auxiliar a equipe do escritório ou ao advogado autônomo a criar documentos como modelo de negócios e plano de negócios, bem como, auxiliar na gestão do negócio.

Entender a diferença entre modelo de negócios, plano de negócios e gestão de negócios é importante neste momento. Então vamos a elas.

Modelo de negócios é um documento resumido do que a empresa faz, a quem entrega e o valor que entrega.

se tornou mais popular depois do Canvas, metodologia criada por Alex Osterwalder, como resultado de sua tese de doutorado com o propósito de auxiliar as pessoas a compreenderem os seus modelos de negócio. Segundo o autor, muitas empresas quebravam por não pensarem o seu modelo de negócio, e não o faziam porque não havia uma metodologia que possibilitasse isso. (LAM. Exame, 2015)

Plano de negócios é um documento mais complexo onde se encontra todas as métricas e estratégias da empresa para chegar aos seu objetivos entregando o valor previsto no modelo de negócios.

Gestão de negócios é a execução do plano e do modelo de negócios criados para a concretização dos objetivos do escritório e se destina a áreas específicas como marketing, logística, recursos humanos e outras.

Cada uma dessas frentes demanda atividades de gestão de negócios, o que inclui liderança, controle, monitoramento, planejamento e organização.
Dessa forma, dedicar-se à gestão de negócios significa empenhar-se para que metas e objetivos sejam realizados de modo eficaz e eficiente, com produtividade e lucratividade. (FIA, 2018)

Ao aplicar os conceitos apresentados acima na Advocacia importante se atentar a algumas peculiaridades:

  • O modelo de negócios para ser desenvolvido precisa prever os custos e as receitas para que seja possível evitar gastos desnecessários. Por ser a base, deve ele ser o primeiro passo para pensar o escritório.
  • O mercado da Advocacia é bastante amplo dado que o Direito nasce das relações entre os indivíduos de uma sociedade. Logo, é possível pensar em diversos modelos de negócios de acordo com a área que deseja atuar, uma vez que em cada área o comportamento do cliente é diferente e, consequentemente, a proposta de valor é diferente.
  • Após definir em qual área atuar é importante definir que tipo de cliente e qual o comportamento dele para modelar o negócio fazendo uma pesquisa de mercado. 
  • Para quem atua/atuará no modelo B2B (business to business – fazer negócios com outros negócios) precisa entender do que a empresa precisa. Se a solução for mais da mesma os honorários serão achatados. Se for uma solução que resolva o problema dela, a empresa não terá medo de pagar o valor cobrado.
  • O modelo de negócios não deve engessar o escritório; deve apenas estruturá-lo. Independente do modelo de negócios, é necessário entender o perfil do cliente que deseja.

Estas foram algumas considerações breves sobre como estruturar o seu escritório de advocacia ou a sua atuação do advogado autônomo. Perceba que os conceitos estão interligados e que complementa o outro. Logo, no momento da (re)estruturação do seu escritório ou da sua atuação não utilize apenas um desses conceitos ou apenas uma ferramenta ou metodologia. Todos eles organizados poderão ajudar o seu escritório a se destacar no mercado, independente do modelo de negócios adotado e da área de atuação. Posteriormente, abordarei os diferentes tipos de modelos de negócios existentes na advocacia.

REFERÊNCIAS:

CARDOSO, Daniela Mascarenhas. 7 modelos de negócios para advogados. In: YouTube. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=J7UpCfdcTYA>. 

FUNDAÇÃO INSTITUTO DE ADMINISTRAÇÃO. Gestão de Negócios: o que é, importância e especializações. 2018. Disponível em: <https://fia.com.br/blog/gestao-de-negocios/>.

LAM, Camila. Quais são as diferenças entre plano e modelo de negócios. 2015. In: Exame. Disponível em: <https://exame.abril.com.br/pme/quais-sao-as-diferencas-entre-modelo-e-plano-de-negocio/#targetText=Responda%20r%C3%A1pido%3A%20qual%20a%20diferen%C3%A7a,pode%20ter%20uma%20%C3%BAnica%20p%C3%A1gina.>. 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s